quinta-feira, 13 de setembro de 2012

Simples assim

É engraçado como as coisas acontecem na vida da gente... hoje ao acessar meu facebook tinha uma postagem de uma pessoa muito querida fazendo referencia a mim, ela falava de uma mãe especial que também tem um blog para postar suas experiências como mãe e que acabou descobrindo ser mãe de um autista. Eu sempre leio blogs, os e-mail do grupo yahoo Autismo e Esperança sobre a preocupação das mães sobre o processo de adaptação de seus filhos sempre que precisam trocar de escola ou profissionais que os atendem, além dos seus progressos diários. E eu nunca tinha parado para olhar pra mim como parte desse grupo de mães porque se preocupar é normal, uma constante na vida de uma mãe, até nos mínimos detalhes, como por exemplo se a criança comeu bem hoje, se dormiu bem, se brincou e se divertiu na escola. Mas calhou de eu ler uma postagem que se encaixa perfeitamente num momento que estou vivendo com o meu pequeno grande homem. E isso me fez refletir e cá estou aqui para compartilhar também. O Gu ainda tem algumas dificuldades motoras, que em si são leves, mas que acabam dificultando algumas tarefas diárias dele, como conseguir se vestir plenamente sozinho ou calçar um sapato. E eu sempre fiz tudo por ele, porque no dia a dia é tanta pressa, que já viu, a paciência nem sempre colabora. Mas de um tempo pra cá, eu resolvi adicionar à rotina dele o exercício de se secar e se vestir, com tempo de sobra para que ele faça isso à sua maneira, sem apressá-lo e podendo, inclusive "curtir" o momento, saboreá-lo e sim, celebrá-lo. Para minha surpresa e alegria, a coisa tem fluido melhor do que eu imaginava e a satisfação dele de poder executar mais essa tarefa "sozinho" é impagável, indescritível. E o que isso me custou? Apenas alguns minutos a mais do que estávamos habituados a levar, ou seja, não me custou nada, mas me rendeu muito. Rendeu e está rendendo histórias hilárias, muitos risos e sorrisos e principalmente, um crescimento como mãe, de perceber que rotina não significa ser sem graça, ser metódica ou chata. Agora, temos mais um momento divertido acrescido no nosso dia, um momento que ainda levará um tempo para atingir seu auge no que se refere ao Gu realizar essa tarefa completamente sozinho, mas quer saber, ele tem o tempo que precisar!

Nenhum comentário:

Postar um comentário